Sobre a Profissão

Código de Ética da Profissão

O Código de Ética do Economista tem por objetivo indicar  normas de conduta que devem inspirar suas atividades, regulamentando suas relações  com a classe, os poderes públicos e a sociedade. Incumbe  ao economista  conservar e dignificar profissão a que pertence, com seu mais alto  título de honra, tendo sempre em vista a elevação moral e profissional da classe, patenteada através de seus atos. Deverá ter sempre em vista a honestidade, a   perfeição e o respeito  à legislação vigente e resguardar os interesses dos clientes sem prejuízo de sua dignidade profissional.

Juramento do Economista

Perante Deus eu Juro fazer da minha profissão de Economista um instrumento não de valorização pessoal, mas sim utilizá-lo para promoção do bem estar social e econômico de meu povo e minha nação, cooperar com o desenvolvimento da ciência econômica e suas aplicações, observando sempre os postulados da ética profissional.

Símbolo do Economista

simbolo-de-economia-magali

Cornucópia: Ícone mitológico, atributo de abundância, fortuna e símbolo da agricultura e do comércio;

Folha de Acanto: A mais nobre das figuras vegetais, simboliza valor, custódia e boa fama;

Globo: Economia Mundial;

Roda Dentada: Símbolo do labor e da fortuna. Indústria (Terra, Capital e Trabalho).